21.2.07

RUÍDO/MM + LUDOVIC


TERCEIRA EDIÇÃO DA FESTA RUÍDO CORPORATION TRAZ LUDOVIC (SP) A CURITIBA!



A Banda ruído/mm amadureceu musicalmente, organizou-se e consequentemente criou o RUÍDO CORPORATION. Um caldeirão experimental que possibilita a integração de diversos domínios artísticos como música, quadrinhos, artes plásticas, arte de rua, poesia, enfim, qualquer tipo de manifestação artística que não queira ser aplainada. De modo mais simples, nada mais é que um coletivo de produção artística, com o intuito de promover o cenário artístico local. Para isso, o RUÍDO CORPORATION está promovendo diversos eventos nos bares mais tradicionais da cultura alternativa de Curitiba: korova, james, porão rock club, entre outros.



A peça chave destes eventos é o concerto de bandas de fora da capital paranaense juntamente com a banda ruído/mm. Essa é a essência. Uma forma de intercâmbio entre músicos de Curitiba e de outros estados. No korova bar a história é um pouco diferente.O coletivo "RUÍDO CORPORATION" é residente do bar uma vez ao mês, onde, além de ter uma banda de fora do estado interagindo com o ruído/mm, há a participação dos artistas do INTERLUX ARTE LIVRE, criando verdadeiros happenings - utilizando artes plásticas, vídeos, performances e arte de rua. Os cartazes das festas também são produzidos de forma peculiar. Como serão 12 eventos no ano, o RUÍDO INC procurou a parceria do artista plástico e quadrinista DW para criá-los, de forma que os 12 cartazes resultarão em uma obra de HQ. O primeiro deles, realizado em janeiro com o concerto da banda COLORIR (SC), foi a capa da revista. A partir do cartaz de fevereiro, o público poderá contemplar o início da trama e, no decorrer do ano, a história irá se completando.



"É uma forma que achamos de dar mais brilho e simpatia às artes de cartazes, muitas vezes deixadas de lado pelas bandas brasileiras" ( André Ramiro - ruído inc).



Várias datas já estão programadas no korova bar.A próxima ocorrerá no dia 23 de fevereiro com a banda convidada LUDOVIC, de São Paulo. A abertura do show é por conta do ruído/mm. Outros nomes estão acertados, entre eles: Constantina (MG), SOL (POA), La carne (SP), Hierofante Púrpura (SP), e outros em negociação, como input output (POA), supercordas (RJ), entre outros...



SERVIÇO: LUDOVIC (SP) + ruído/mmLocal: korova bar - Av Batel, 906.Entrada: R$ 6,00dia 23 de fevereiro, sexta-feira.Participação Especial: interlux arte livre + Rafael Trucker + Equipe Espacial + DW apoio: lamb, livrarias curitiba, jacobina e electric café.

Um comentário:

ramiro disse...

vamos lá! avante! abs








OLÁ! Meu nome é DW RIBATSKI.

PARABÉNS SR. ARTISTA PROFISSIONAL!

Meu trabalho é um enfrentamento dos arquétipos que transcendem o limite da existência multisensorial como projeção do imaginário dentro da realidade espaço/temporal através da fragmentação do não-ser do não-lugar e do não-qualquercoisa que cria terminologias para que a essencialidade primitiva da metáfora alcance o objeto por interação seja ela manifestação sensória heterogêna ou rizomática. Para tanto a (re)criação do objeto como obsoleto supõe através da reflexão e possivel mediação processual a aproximação da produção de um conceito de trabalho que estimule de forma financeira a produção. Toda perfomance que contempla o horizonte objetivo do ser através de múltiplas poéticas randômicas de dicotomia é analisada pelo sensível êfemero que através do urbano contemporâneo sintetiza signos dentro do cotidiano das relações e analogia a paradigmas ainda que se sustente por princípios que sintetizam sua própria subjetividade inerente. Ao passo contempla-se relações cacofônicas de multisentidos em obstrução à algum tipo de ruído imersivo dentro da idéia de Chade Picaminha e Piazón Deboesta.


‎"(...) Eu só pensei que deveria estar fazendo música. Parecia pra mim que esse era o próximo passo depois da POP ART, entrar diretamente numa forma popular de cultura ao invés de comentá-la."
KIM GORDON